Andamento

Deixe um comentário

o jogo está entrando em sua fase final de produção, depois disso falta os acabamentos e já estará pronto a versão beta

Software Livre: Definição

Deixe um comentário

Software Livre é o conceito de produção e distribuição de software, criado por Richard Stallman na década de 80, com o intuito do livre compartilhamento de conhecimento. Sem restrições de copias e distribuições, dando assim a possibilidade de se estudar e adequar o software as suas necessidades.

Software livre é um programa de computador  como qualquer outro, mas com a diferença que pode ser usado, alterado e estudado diferenciando dos softwares proprietários, e o código fonte aberto é um pré – requisito para isso, pois é através dele que as modificações são feitas.

Um software é considerado como livre quando atende aos quatro tipos de liberdade para os usuários do software definidas pela Free Software Foundation:

  • A liberdade de executar o programa, para qualquer propósito;
  • A liberdade de estudar como o programa funciona e adaptá-lo para as suas necessidades. O acesso ao código-fonte é um pré-requisito para esta liberdade;
  • A liberdade de redistribuir cópias de modo que você possa ajudar ao seu próximo;
  • A liberdade de aperfeiçoar o programa, e liberar os seus aperfeiçoamentos, de modo que toda a comunidade se beneficie deles. O acesso ao código-fonte é um pré-requisito para esta liberdade.

Sendo assim um software livre não é obrigatoriamente gratuito, mesmo que em sua grande maioria seja com custo e aquisição zero, o desenvolvedor tem a liberdade de cobrar pelo seu trabalho desde que disponibilize o código fonte para o seu cliente. A ideologia do software livre não é contra a sua comercialização, mas sim voltada para o aprimoramento da tecnologia e como seu objetivo a ajuda mutua, esse é o principio básico com a livre divulgação do código fonte o software pode ser estudado e melhorado por qualquer pessoa que tenha conhecimento para tal. E respeitando a autoria e a  licença vigente no software.

Como sua grande maioria é gratuita os desenvolvedores utilizam-se de softwares livres pra reduzir custo e adequar as suas necessidades, podendo em seguida cobrar por serviços de suporte do software, essa é outra vantagem apontada na utilização de software livre. Com eles você pode fazer outros softwares sem pagar pelas licenças como é comum nos softwares proprietários e sem correr o risco da licença vencer.

E a Free Software Foundation, fundação para o software livre, fundada em 1985 se dedica aos aspectos legais e a divulgação desses princípios e do aperfeiçoamento da terminologia software livre.

Por que troquei de Time??

1 Comentário

Porque Troquei de Time??

Calma, Calma, não estou assumindo nada (eu gosto é de mulher)  nem muito menos estou falando de futebol estou sim é falando de Sistemas Operacionais, decidi larga o time do “tio Bill” (Bill Gates) e me converter ao Linux  do “amigão” Linus Torvalds. Mas por que tomar essa decisão? O que tem de diferente em um que me abandonar o outro? No que vai me beneficiar o Sistema Operacional Linux? E o que é Sistema Operacional?

Vamos começar do princípio, Um sistema operacional é um programa ou um conjunto de programas cuja função é servir de interface entre um computador e o usuário. Gerenciando o Hardware e o Software, controlando cada periférico e fazendo com que tudo funcione em perfeita harmonia sem que haja interrupção de funcionamento. Num computador acontece varias requisições ao mesmo tempo, o processador trabalhando, a placa de vídeo a os vários programas que estão sendo usado pelo usuário. E sem os Sistemas Operacionais esse controle não seria possível.

Mas por quer decidi trocar de time?

Estava eu num dia traquilo, no trabalho fazendo meus downloads quando peguei um pen drive de um amigo pra pegar um programa para o nosso trabalho de faculdade na hora nem vi  nem liguei, mas no pen drive  estava repleto de vírus existia uma verdadeira colônia de vírus. Nunca tive problemas com isso antes, ate tinha uns vírus que eu desabilitava, excluía usava também uns antivírus que detectavam e em casa não tenho internet em casa nunca achei que faria algum mal. Mas foi só colocar no meu PC que esse vírus começou a travar o meu computador, o vírus me impedia de copiar arquivos com isso então travou minha vida e meus trabalhos. Na hora eu pensei: “Car*&%$¨ de vírus”. Usava no memento o SO Microsoft Windows XP, como bem sabem e devem usar o Windows é o sistema mais usado no mundo.

Tem uma frase que defini esse problema com vírus, que eu escutei em uma palestra sobre Banco de Dados, desculpe não me lembro o nome do palestrante que o assim: “Existe dois tipos de Windows: um que tem vírus e o outro que tem vírus e o usuário não sabe.”

Lutei com aquele vírus por uma semana e nada, sabia a única coisa que acabaria com ele definitivamente, uma decisão drástica mais derradeira, deveria Formata. Mas também sabia que seria só temporária, devido o invento do pen drive e que o SO que estava usando é o mais visado pra ataques e o a segurança do Windows deixa um pouco a desejar. E com o tempo talvez outro vírus mas mortífero poderia corromper todos os meus arquivos.

Já tinha usado o Ubuntu Linux, faço faculdade de Sistema de Informação conheço outros Sistemas Operacionais na teoria, e sei de uma coisa: nenhum desocupado inventou um vírus pra Linux. Não inventou ou não conseguiu. Então fiz o que devia fazer: fiz um backup dos meus arquivos e Formatei, pra instalar o Linux, escolhi o openSuse 11.0 porque atendia as minhas necessidades no momento, então “chapei o Linux”.

Mas meu antivírus é ótimo

Pode até ser o melhor antivírus, mas sempre haverá um desocupado pra criar um vírus pior, no Windows sempre há uma vulnerabilidade a ser utilizada. Mas não o único fator que me fez mudar para o Linux. Como Sistema Operacional o Linux oferece grandes vantagens.

O seu código fonte está disponível sob licença GPL para qualquer pessoa utilizar, estudar, modificar e distribuir de acordo com os termos da licença.

Para tudo que agora eu vou confessar: – Eu  sou um Mão de Vaca! Daqueles que é capaz de atravessar o oceano com um sorrisal na mão sem molhar, então quando se tem um SO grátis eu tive que agarrar essa alternativa, e quando tiver uma empresa não vou querer pagar licença por cada terminal, vou usar um SO como Linux. E Gosto de Mulher.

Gratuito e muitos dos programas utilizados também não se precisam pagar nada por eles. Uma vantagem para empresas que cortam custos e entram na legalidade, e mantêm seus dados protegidos. E para os usuários comuns também economizarão, sem mais copias piratas, e todas as suas fotos e vídeos se manterão protegidos.

Apoio da comunidade mantenedora ou empresas, existem empresas que lucram com suas distribuições, oferecendo suporte, treinamento, e fornecendo para grandes empresas usarem seus recursos de servidores e segurança. E mesmo para as versões de usuários comuns de graça a comunidade que mantém é muito mais comprometida, os problemas encontrados são resolvidos com a mais rápida urgência e você já tem um release disponível pra baixar e continuar usando, enquanto nos sistemas do “tio Bill”, se você tiver a licença quem sabe, um dia, talvez na próxima versão os Bugs serão resolvidos.

Existem  muitas distribuições e cada um para um propósito especifico exemplo: Debian é mais utilizado pra servidores, Fedora é utilizado tanto pra estações de trabalho como servidores, Ubuntu é indicado pra usuários comuns, openSuse tanto pra estações de trabalho como servidores. O uso de cada um depende do objetivo desejado.

A otimização do gerenciamento de processos, do gerenciamento de memória, da entrada e saída de dados. Suporte a todos os Sistemas de arquivos mais seguros e eficientes torna o Linux um sistema mais leve, mais confiável. É um sistema leve, robusto possível funcionar em qualquer maquina, com ou sem os recursos gráficos.

Caso ocorra a infecção o programa apenas infectaria o usuário que se encontra logado no momento e não todo o sistema. Não existe um método para infectar um sistema Linux sem a necessidade de se tornar usuário root.

É muito provável que o Linux nunca terá malwares como o Windows. Se você levar em consideração o email-vírus, todos são executáveis, na maioria dos casos executados pelo usuário, enquanto que com o Linux você terá que salvar o arquivo tornar o arquivo executável e executar manualmente o arquivo.

O Windows XP faz automaticamente o primeiro usuário nomeado um administrador, com o poder de fazer qualquer coisa no sistema. Linux, por outro lado usa a primeira chamada do usuário como administrador root, mas não permite login como root no arranque do sistema.

Como um usuário do Linux, utilizando privilégios de administrador somente quando necessário  é apenas uma maneira de se precaver contra uma invasão.

Linux e seus amigos Free

Linux foi desenvolvido por entusiastas que queriam um sistema confiável, eficiente e robusto, por muito tempo ele só foi usado por programadores, nerd, e técnicos. Mas com o passar do tempo ele foi caindo no conhecimento popular e como seu objetivo a ajuda mutua ele vem se tornando um sistema mais amigável, mais simples, com o tempo foi surgindo muitas distribuições com esse objetivo que acabaram sendo descontinuadas, mas a mensagem de simplicidade permaneceu. E com isso ele se tornou um sistema mais amigável.

Mas se engana quem pensa que todos os softwares para Linux são OpenSource e muito menos de graça

Isso varia de desenvolvedor para desenvolvedor, alguns podem não ser grátis mas não OpenSource ou ate mesmo não ser grátis, como eu disse varia da proposta da empresa desenvolvedora.

Mas devo ser honesto com vocês o Linux tem uma falha grave………. (agora toca a música  de terror ) não existem muitos jogos para o ambiente Linux, como a sua popularização esta começando agora os desenvolvedores e as empresa de jogos não tinham se interessado por essa oportunidade mais isso esta mudando, terá que mudar as empresas quiserem continuar ganhando dinheiro. Mas há uma solução você pode usar o Wine, Wine é um software que permite você usar alguns programas do Windows no Linux, com isso você poderá jogar, mas nem todos os softwares funcionam e pode ter alguns problemas na execução chegando até encerrar a execução do aplicativo.

Mas não se preocupe o nosso objetivo é justamente desenvolver um jogo Multiplataforma usando ferramentas livres, ou seja, que possa funcionar tanto no Windows como nos MAC’s e no Linux sem nenhum problema e sem precisar o Wine e a  proposta desse blog é justamente  manter vocês informado de nossos progressos e passar conhecimento de Software OpenSource e Alternativas Livres.

Aqui uma lista de alguns programas similares:

  • Microsoft Office — Suíte OpenOffice.org (Em minha opinião, muitas vezes melhor do que o programa da Microsoft. Mais recursos e uma facilidade incrivelmente grande).
  • KDevelop (Para desenvolvimento em C, C++, Python, Java e muitas outras linguagem conhecidas).
  • Delphi — Lazarus (Tão bom quanto o Delphi, inclusive na interface de criação).
  • Visual Basic — Gambas (Acho inclusive que é melhor e mais rápido).
  • 3D Studio – Blender, PovRay (Tão bom quanto, só um pouco mais complicado por não ter tantos atalhos de teclado).
  • AutoCad — Qcad (Não é tão bom quanto, é em 2d, mas pelo menos não custa 5.000 reais, é free!).
  • Microsoft Money — KMyMoney (Estou muito satisfeito com o programa, gerencia muito bem as contas e faz cálculos apurados).
  • Internet Explorer – Firefox, Opera (Browser com abas, leve rapido, mas é possível adicionar-se plugins).
  • MS Outlook — Thunderbird (Muito mais leve e organizado).
  • Tradutores de texto — BabyTrans (Dicionário completo, com tradução simultânea ao grifar a palavra).
  • eMule e outros P2P – aMule, FrostWire ou LimeWire (Tão bom quanto, basicamente o mesmo programa).
  • Msn Messenger — aMsn (Talvez o mais conhecido e o mais usado, bastante customizável e bem parecido com o cliente MSN da Microsoft).
  • Desktop 3D do Vista — Aixgl + Beryl (Muito mais leve do que o do Vista, rodando apenas com 64 de vídeo e 256 de RAM, e igualmente bonito).
  • Windows Media Player – Kaffeine, Mplayer,  (Player muito mais completo e bonito, Muito mais leve).
  • Nero — K3B (Um milhão de vezes melhor, com muito mais recursos e opções de configuração).

Muitas pessoas dizem que já usaram e não gostaram, ou viram uma grande diferença com relação ao Windows, ou ainda mais não vem à necessidade de trocar de Sistema Operacional, ou só de ouvirem falar que é um sistema complicado de se utilizar já se apavoram. Mas eu digo somos jovens, ainda estamos vivos e somos homo sapiens não podemos ter medo da novidade e do que é diferente, é claro que ele vai ser diferente, não é o Windows, então vão em frente mudem, experimentem, vivam.

postado por: Gabriel Vedana Queiroz T.I.

Editor de Mapas

Deixe um comentário

o projeto é composto por vários editores, dentre eles o Editor de Mapas, o qual está na versão 0.1 beta e possui recursos para salvar, abrir, editar mapas com tilesets e carregar tilesets definido pelo usuário.

Alguns recursos que faltam é:

  • Start Point do personagem;
  • Suporte a joystick (funciona apenas scrolling)

aqui vai uma screenshot dele:

LuaWar4

O que é LuaWAR?

1 Comentário

Olá pessoal, bom, para quem ainda não sabe a respeito do projeto e também para podermos documentar melhor nosso projeto, vou descrever sobre o LuaWAR.

LuaWAR é um projeto de jogo 2d de plataforma desenvolvido utilizando a linguagem C++ e a biblioteca de mídia SDL, os quais são nossos parceiros… o objetivo principal do jogo é ser um jogo Open Source, Livre, podendo rodar em diversas plataformas, e principalmente ser um jogo Single Player nas plataformas livres, visto que sobe estas plataformas só encontramos jogos multiplayer.

este projeto esta sendo desenvolvido por:

Alan de Oliveira Silva – habeas_corpse@yahoo.com.br

Gabril Vedana Queiroz – gabielvq@hotmail.com

Thiago Luiz Rodrigues – bobboyms@yahoo.com.br

todos nós postaremos artigos, e discutiremos idéias para o projeto.

thank you!

Apresentação

4 Comentários

Olá pessoal (Alan, Gabriel e Thiago)  estamos colocando no ar agora o blog de desenvolvimento do Projeto de Engine LuaWar, o qual faz parte do projeto para o compartilhamento de informações e fluxos de dados mentais atravéz de chamada de procedimentos blogais remotos.

Estamos começando hoje dia 1° de junho de 2009, em busca de executar a estratégia de um blog para assegurar maior colaboração entre a nossa equipe. Durante esse projeto, postaremos artigos dos mais variádos relacionados a Ciência da computação, Jogos, Game design e software livre.

Se você não faz parte do projeto, esteja a vontade para comentar por aqui.